10 de junho de 2014

Você precisa saber


Você precisa saber que eu sou meio insegura, sei que isso não é muito atraente, mas às vezes eu odeio minha roupa, meu cabelo, meu corpo e eu toda.

Você precisa saber que muitas vezes, quando estou quase dormindo, eu dou uma roncadinha, daí me assusto com o barulho e acordo.

Você precisa saber que quando eu estou muito irritada, meu nariz coça.

Você precisa saber que eu gosto de planos, mas eu não ligo de ser surpreendida.

Você precisa saber que eu posso ser ciumenta, sei que isso também não é atraente, mas eu me esforço para não ser muito.

Você precisa saber que eu gosto de escutar música enquanto tomo banho e meus banhos são longos.

Você precisa saber que meus pés são gelados no frio e que eu vou esfregá-los em você até esquentar.

Você precisa saber que meu cabelo é sempre sem graça, ele no máximo fica estranho com um pouco de frizz, mas penteado não para nele e nem nada que eu tente fazer de bonito.

Você precisa saber também que eu não gosto de prender meu cabelo, porque acho que tenho cara de bolacha e me sinto uma Trakina gigante quando prendo.

Você precisa saber que quando não pinto minhas unhas é porque estou mal e quase pedindo ajuda.

Você precisa saber que eu não sou boa em pedir ajuda, mas eu vou aceitar se você oferecer.

Você precisa saber que eu ataco quando me sinto acuada, mas é puro medo.

Você precisa saber que eu quis muito te encontrar e já faz tempo.

Você precisa saber que eu sou medrosa, mas com você eu tenho coragem, tanta coragem que escrevo uma declaração de amor meio torta e ainda publico aqui.

Você precisa saber que me sinto feliz.


2 comentários:

Deh disse...

cara <3 <3

André Vieira Richardi disse...

Engraçado você comentar isso...

Engraçado você falar isso, porque ainda que você se sinta insegura, mesmo que bonita e atraente e único o modo como me sinto confortável, desnudo na sua presença;

Engraçado você falar isso, por que meu sono é tão pesado que não percebo nunca a manhã chegar ou você roncar, mas é leve o suficiente para te colher nós meus braços toda vez que você se afasta, ainda que nem sempre consciente;

Engraçado você falar isso, por que você fica uma graça quando eu beijo o seu nariz e você tem crises de riso;

Engraçado você falar isso, por que no meu descontrole até eu mesmo me surpreendo, mas me esforço para fazer planos e me lembrar das coisas importantes. Que fiquei triste quando o bilhete de cinema do nosso primeiro encontro se apagou e que rapidinho anotei essa e algumas outras datas em um caderno para ter certeza que não esquecerei tão fácil;

Engraçado você falar isso, porque ainda que eu perceba outras mulheres, a imagem delas nunca permanece por mais que um minuto e pensar em você nunca permanece menos de um dia. Ainda que todo dia;

Engraçado você falar isso, por que apesar de meus banhos serem rápidos e no compasso de quem está atrasado para o trabalho não consigo ver o tempo passar enquanto ensaboo suas costas;

Engraçado você falar isso, por que apesar dos seus pés gelados, prefiro o frio que você trás com eles, do que a ideia de não dormir perto de você;

Engraçado você falar isso, porque conheço milhões de pessoas que invejam um cabeço como o seu e que toda a tormenta que você me relata nada me parece além de charme;

Engraçado você falar isso, porque eu adoro trakinas, e que acho que você fica maravilhosa com o cabelo preso entre as minhas mãos;

Engraçado você falar isso, porque minha barba muda com o meu humor, e infelizmente ela não é tão colorida quanto as suas unhas costumam ser;

Engraçado você falar isso, por que também não sou bom para em pedir ajuda, mas sempre estarei lá quando precisar você precisar;

Engraçado você falar isso, por que eu faço dengo sempre que você briga comigo;

Engraçado você falar isso, por que eu estava te procurando e já faz tempo;

Engraçado você falar isso, porque em meio a tanta coragem eu escrevo despretensiosamente para tentar impressionar você;

Engraçado você falar isso, por que você me faz feliz.