13 de janeiro de 2014

Rascunhos

Eu tenho dois grandes textos escritos, escrevi numa tentativa de não deixar as palavras vazarem pela fala num momento que não se deve, porque eu costumo dizer as coisas em momentos que não se devem.

Eu tenho dois grandes textos escritos, eles me olham lá da sessão de rascunho, todo dia eu penso em publicar, todo dia eu penso em apagar, não faço nem uma coisa e nem outra, o motivo é um só: medo.

Medo de mostrar um pouco mais do que sou.
Medo de apagar um pouco mais do que sou.



*Voltei para fazer um P.S. aqui, porque me deparei com esse trecho do livro Where the Wild Things Are, do Maurice Sendak e achei pertinente.


Inside all of us is... hope.
Inside all of us is... fear.
Inside all of us is... adventure.
Inside all of us is a wild thing.

roarrrr

4 comentários:

Tales disse...

Que trecho lindo =)
Realmente, o medo está sempre aí. Eu estou brincando de fingir que não, só para ver o que acontece. Será que se eu me fingir de corajoso por tempo o suficiente, eu me tornarei assim?

Denilce Bizerra disse...

meu pai fala que não existe nada melhor do que a gente conhecer as pessoas como elas realmente são, ou a gente mostrar verdadeiramente quem somos. pq veja bem, todos temos medos, todos temos erros, todos temos aquele mundinho escuro dentro de nós, e a verdade de mostrar quem somos ou fugir dos medos nada mais é (mesmo que machuque) do que acender uma vela nesse mundinho. as vezes queima, mas na maioria das vezes so clareia mesmo.

Isa disse...

eu sempre quis completar minha tatuagem com esse texto, mas eu também penso que seria arrogante demais declarar assim, que essa coisa wild mora em mim, quando o medo toma conta na maioria das vezes. mas a tatuagem é pra isso, né? pra lembrar.

Milla Pupo disse...

Tales, tem um trecho do livro do Valter Hugo Mãe, o Filho de Mil Homens, que ele diz "Pensava que quando se sonha tão grande a realidade aprende", acho que é o caminho :))

Denilce, que coisa mais linda que você escreveu, salvei para ler sempre, obrigada.

Isa, acho muito válido tatuar, viu? Tatuagem serve para lembrar coisas que às vezes esquecemos, pelo menos eu uso dessa forma.