12 de dezembro de 2013

Apaixonar

Todo mundo tem uma visão linda de se apaixonar, que são borboletas, que são sorrisos, alegria, passarinhos e leveza. Eu tenho dúvidas, viu?

Tá, tem tudo isso mesmo e é bem bom, mas junto é como se uma bigorna caísse na minha cabeça, seguido de náusea, taquicardia, fala acelerada e uma possível gagueira em falar a palavra "responsabilidade" porque sempre que fico nervosa eu falo qualquer coisa como "responsilbidade" ou ainda fica impossível falar "setenta e sete", sempre sai uma sequencia de "seteteteteetet" é um horror.

Fora o bigodinho de suor, né? Aquele suador de nervoso mega deselegante. Mas é a vida, gente, é assim. Gostar é ficar nervosa, é falar merda e gritar mentalmente consigo "MEU DEUS DO CÉU PORQUE EU TÔ FALANDO ISSO? PARA, CAMILA! PARA COM ISSO, MUDA DE ASSUNTO! PARA DE FALAR LOGO DE CARA QUE VOCÊ FEZ TERAPIA E QUE É CONTROLADORA! EU PERDI A NOÇÃO, ALGUÉM ME AJUDA?!"

Tudo isso porque a fase inicial da paixão é complicada, os limites não estão estabelecidos, não dá para saber se após 4 horas de uma mensagem enviada tá permitido ligar para ver se ele tá vivo ou se vai parecer cobrança amalucada.

Ou se querer ver o cara no meio da semana é considerado loucura, não sei se posso sentir saudade e falar isso sem parecer grudenta. Não sei se posso ficar triste com a ausência e falar abertamente. Não sei lidar. Eu basicamente não sei porra nenhuma e fico sempre achando que vou parecer louca, descontrolada, louca, louca, louca.

Se apaixonar é quase como acreditar em Deus, não existem muitas provas concretas de que aquilo vai dar em algo, você sequer sabe se vai entrar no céu, mas fica lá, gostando, de riso solto por aí, torcendo e rezando, mas rezando muito, para não se foder, como se tivesse algum controle de um coração bobo que acelera só com uma mensagem de "bom dia".





3 comentários:

Lucy Maltez disse...

muito legal seu blog! vou voltar mais vezes...

Anônimo disse...

é igual para ambos os sexos ;)

é engraçado com pensamos na situação após decorrida, e é melancólico quando a mesma esta decorrendo. Mas são aquelas incertezas nas quais devemos passar "quase" sempre.

Apaixonar-se não é lógico, nunca será.

Excelente texto!

Penny Lane disse...

Eu poderia ter escrito este texto hahaha

só que meu coração congelou de tal forma,que já nem sei se algum dia sentirei isto novamente.Não sei, já me decepcionei tanto nesta área que até evito me sentir assim.

Mas que é bom, é ^^

bjs