30 de outubro de 2014

Até logo

É uma postagem de aviso, é um último desabafo, embora fico rindo aqui com minha arrogância de achar que este espaço presunçoso precise de tal coisa, como se alguém fosse sentir falta, como se eu quisesse disfarçar que é só uma forma egocêntrica de escrever, ser lida e gostar de ser compreendida por alguém.

De toda forma, o aviso é que não vou escrever por um tempo, porque eu não tô exatamente feliz com algumas coisas e porque tá me parecendo sem propósito escrever sobre os mesmos assuntos que sempre fico patinando em volta e que, embora o blog seja meu, ninguém é obrigado a entrar aqui e ler ladainhas.

Eu tô decepcionada com algumas coisas e isso reflete muito aqui, acaba por ficar pessoal demais além do que gostaria, porque eu vazo sensações e sentimentos, daí fica só essa lamuria. 

Já me falaram que penso demais, isso poderia ser algo bom, mas como só penso coisas ruins, estrago tudo. Já me falaram que eu patino nos meus problemas, que devo agir mais e falar menos, eu concordo e também quero paz porque tô cansada de apanhar.

A intenção não é usar de coitadismo, mas eu realmente tenho a sensação que toda minha forma de lidar com a vida é errada, é muito difícil tentar mudar algumas coisas, não é tão simples como eu achava que seria, não é. Mas eu estou cansada de me sentir tão torta, tão azeda, tão negativa, tão deprimida para quem eu amo. Eu não gosto da forma que sou vista, não gosto do que tá acontecendo e acho que isso tudo reflete aqui também, então eu vou me calar, coisa que já devia ter feito faz tempo.

Vou escrever pra mim e ler sozinha até chegar em alguma conclusão. Valeu quem leu até aqui e inclusive por alguns tantos comentários que me ajudaram.

:*






3 comentários:

aline marangoni disse...

não importa se o seu desabafo é só para você mesma ou para outros também: tenha sempre em mente que desabafar é bom. alivia. continue escrevendo sempre que precisar.

e que você consiga chegar onde deseja. :­)

Alice disse...

volta! ;)

te aguardamos.

Denilce Bizerra disse...

poxa!
mas só vc sabe o que é melhor!
sentirei saudade.
beijo