14 de março de 2013

Tanto bate até que...

Eu tenho uma forte tendência a ver o lado negativo das coisas, sempre. Fico pensando, será que eu nasci assim, e cresci assim e vou ser sempre assim? Gabrieeela! Não quero morrer assim, não dá, gente. Me atormenta demais, me angustia e é um exercício constante em manter o foco, queria muito ver as coisas boas naturalmente, mas não rola e isso cansa.

Eu consigo transformar coisas bacanas em ruins com a maior naturalidade do mundo, fico esmiuçando até achar um elemento minimamente dúbio e depois uso isto para embasar e justificar a negatividade da coisa em si. E eu me convenço, é claro.

Na última terça-feira sentada no sofá, enquanto passava a mão pelo cabelo, eu disse que gostava de pessoas que me causavam irritabilidade, pessoas que discordavam de mim, pessoas que me peitavam. Algumas das pessoas que mais amo na vida, são as mais diferentes de mim, são as mais topetudas e também são as responsáveis pelas discussões mais acaloradas que já tive. 

Então tô aqui pensando que talvez seja uma forma inconsciente de esperar que alguém me "dobre", que alguém que convença do contrário, que o lado bom taí sim, é verdadeiro e sem dubiedade. Talvez seja meu inconsciente pedindo que alguém faça o que eu não consigo, talvez seja uma forma de pedir ajuda. Talvez de tanto bater de frente com alguém, uma hora, alguma coisa quebra, poderia ser a minha tendência negativa, né?

É, quem sabe.

6 comentários:

Gharcia disse...

O seu ponto de vista depende da sua vivencia. Das suas experiencias. Talvez elas tenha sido objetivas e praticas. Sempre. E isto tende a deixar as coisas negativas. Coisas praticas sao as mais proximas do mundo real. E, por isto mesmo, faceis de argumentar. Sempre q estah sendo objetiva e negativa, estah cheia de razao. Isto te satisfaz pq as pessoas nao conseguem contra-argumentar por muito tempo. Eu acho q ter mais experiencias boas ajude. Grato pela reflexao. Me fez pensar em algumas coisas.

Milla Pupo disse...

Gharcia, interessante seu argumento, talvez eu precise justamente perder um pouco objetividade ;) obrigada!

Antônio LaCarne disse...

ver o lado negativo das coisas gratuitamente é um erro. já ser realista é diferente, porém o que você jamais deve cometer é aquela autosabotagem que destrói nossos planos e nos deixa ao léu de nós mesmos.

:)

Milla Pupo disse...

Pois é, Antônio, eu já identifiquei que na maioria das vezes é a tal da autosabotagem, mas, já exercitando o otimismo, acho que conseguir notar o problema já é um passo importante :D

Deh disse...

Tamo juntíssima no lance aí da autossabotagem e de ver tudo pelo prisma mais enfumaçado encardido. Mas nem é culpa minha sempre - ou é, eu resolvo ver o lado positivo e ter fé nas pessoas na hora errada.
Sei lá.

Milla Pupo disse...

Deh, é verdade, rola bastante ter fé no momento errado, infelizmente esse ponto aí é mais imprevisível, já a sabotagem, com algum treino, acho que a gente consegue minimizar dos danos, né? Ou não..; :Z