3 de março de 2013

Rabada

Eu passei o final de semana em casa, não coloquei o nariz pra fora e fico me sentindo meio mal por isso. Eu tô com sinusite, minha cara toda dói e tive tempo demais para pensar em coisas que não quero. Coisas que nem vou escrever para não perpetuar, vou só reclamar mesmo.

Faz bastante tempo que não fico doente, logo, faz tempo que não fico mimizenta e eu tenho dificuldade com isso. Fico carente e me acho idiota a todo momento. Hoje eu desci para almoçar e tinha rabada. Eu não como rabada, daí fiquei com cara de cachorro enxotado porque não tinha NADA que eu pudesse comer e eu subi as escadas porque quis chorar. CHORAR PORQUE SÓ TINHA RABADA! Sério, vocês também ficam imbecis quando ficam doente? 

Tô mal, mas tenho mãos, né? Totalmente capaz de fazer qualquer gororoba para comer, mas não, eu quis chorar, e voltei pra cama pensando no quanto este domingo seria histórico, seria o dia que quase chorei porque só tinha rabada.

Ah, sim. Depois de um tempo minha mãe me acordou, fez peixe pra mim, o único que eu como e adivinha? É, eu quase chorei. Não dá, eu aguento a dor, mas não aguento ficar babaca assim. Se não melhorar logo, prevejo que pedirei abraços. 



4 comentários:

Winnie Affonso disse...

Quando a gente tá doente, tem direito adquirido de ser mimizento, carente, dramático e chorar pelo menu da casa. A gente se controla tanto diariamente, então aproveita a justificativa! ;)

Milena disse...

quando eu fico doente eu choro porque penso que vou morrer só e ninguém vai estar por perto pra me ajudar. haushaiuhsiahsiuha
tá perdoada, afinal, você só chorou porque não tinha almoço gostoso pra você ^^

Pâmela Rodrigues disse...

Peço sempre abraços. E, quando estou doente (graças a Deus quase nunca) fico babaca assim, achando que o mundo precisa cronometrar o movimento de rotação tendo meu umbigo como eixo. Hahahahahah.

MElhoras pra você. Passei pra conhecer seu blog e gostei do desabafo da Rabada e da solidariedade de sua mãe. Mãe é assim, dá corda pra ver até onde a gente aguenta e depois embala, com o peixe preferido e tudo!

Beijos
Pâmela Rodrigues
Blog: Liste & Realize
Página no Facebook

Deh disse...

Eu não fico assim doente, mas ando com o pavoroso hábito de chorar de cansaço - físico, mental, psicológico. Ou seja.