20 de dezembro de 2010

aquela adversativa

Não é muito fácil lidar com a ideia de que você é chata. Assim, com todas as letras: CHATA. Eu sou uma pessoa resmungona, eu reclamo praticamente de tudo. Claro que tenho meus argumentos, isso é óbvio, mas no final, em dias como hoje, que eu tô besta e carente, eu fico me achando toda errada. Eu nunca tive a pretensão de ser certa, mas também não acho legal ser um erro.

Eu brinco que sou dramática, mas eu sou mesmo. Eu supervalorizo coisas e pessoas que nunca deveriam ser valorizadas. Eu sofro por antecipação e já dediquei um choro imbecil por quem nem deve lembrar-se de mim durante um dia. Eu faço tudo isso e de quebra ainda me faço parecer maluca, porque eu discuto coisas que não existem, porque eu quero sempre entender coisas que nem sempre tem sentido ou tem, mas eu não gosto da explicação dada e, arrogante que sou, não gosto de lidar com opiniões contrárias também.

Viu, só? Sou assim, chata, resmungona nata, a tal pessoa difícil de lidar. E esse meu texto é todo um processo de auto-sabotagem para que qualquer pessoa legal fique longe de mim. Porque não basta eu falar que sou chata pra caramba, eu ainda publico, eu aviso as pessoas, mas mesmo assim tem quem se aproxime e para que? Para me chamar de chata no final? Olha, eu avisei, viu? Nunca fiz propaganda enganosa, mas até aí... foda-se. A pessoa vem, entra onde não deve, se faz presente, eu fico achando legal e depois me chama de chata e vai embora. Ou pior, fala que eu sou chata, mas gosta de mim.

Esse texto todo é só para falar que eu quero alguém que goste de mim sem uma adversativa, tá? Um "Apesar de você ser chata, gosto de você" não me faz exatamente feliz, então se você não consegue falar simplesmente "Gosto de você" me deixa quieta.

2 comentários:

Talita Galli disse...

=D

^^

ah, sei lá, acho que as pseudo-carinhas resumem tudo! num tô pra palavras hoje.

=*

Anderson disse...

E se eu te disser que tudo isso que você descreveu não é exatemente ser chata? Pelo menos no meu conceito. Aliás, eu já disse isso uma vez. No fundo todo mundo é chato. De perto ninguém é normal. O "apesar de" realmente é muito chato. É uma questão de respeito às particularidades das pessoas, eu acho. Na mesma frase que vc escreveu, eu troco o "apesar de" por um "por" e o chata por "você mesma". =P