16 de novembro de 2009

ponto

Se a sua incerteza te machuca, por favor, se machuque sozinho. Eu não quero mais isso. Cansei de pegar meus pedaços por aí, eu já não tenho mais linha para remendar o que está solto e não estou gostando desse "lady frankenstein way of life" porque sabe, sempre fica faltando um pedaço ou sobra algo que não encaixa, cansei de ficar torta e desforme. Acho que prefiro pensar que eu sou capaz de me refazer sozinha e no final, devo ser mesmo, já me refiz antes.

Então me deixe com a minha porção de monstruosidade, me deixe com meus defeitos, com a minha natureza que não te agrada, com meus erros imperdoáveis e com a minha grande capacidade de magoar. Me deixe com toda dor que sou capaz de causar. Me deixe com a minha grande possibilidade de fazer mal.

Espero que se encontre nos seus erros, como eu fiz.

Esse texto não é fictício e tem destinatário, que possivelmente vai demorar muito a ler isso.

Um comentário:

Genara disse...

É incrivel como o ser humano precisa arranjar desculpas para tudo. Injusto mas humano é tambem o facto de se culpar o outro pelos nossos deslizes, por não querermos mais... Calculo que seja mais fácil seguir em frente sem carregar pesos de consciência por termos escapado rumo a felicidade tendo deixado o outro (geralmente pego de surpresa) literalmente na MERDA. Comportamento indecente, covarde, cruel mas acima de tudo tipicamente Humano. Concordam?